Dubai e sua magia!

Entre os encantos de uma cidade moderna com seus arranha-céus a perder de vista (Burj Kalifah, com 828m de altura), visitar e comemorar o aniversário de casamento em Dubai é sentir-se também nos contos das Mil e Uma Noites. 

Dubai tem o poder de te levar do novo ao antigo dobrando uma esquina! Visitar a região do Deira te traz essa surpresa com seu mercado de ouro (Golden Souk) ou de especiarias (Spice Souk), onde a barganha é esperada, lembrando que o ouro é vendido pelo seu peso, livre de impostos. Um passeio por lá enche os olhos com o brilho das joias lindas e exageradas, bem como o nariz, com os perfumes variados de canela, anis e açafrão.  

Uma cidade rica, onde 83% da população são de estrangeiros. Pegar um taxi em Dubai coloca você no centro dessa diversidade com seus motoristas paquistaneses, indianos, chineses ou bangladeses. São trabalhadores estrangeiros rendidos à riqueza de Dubai, onde a produção de petróleo é somente para o uso interno (menos de 6% da produção do emirado). 

Uma corrida de táxi pode começar por 5, 9 ou 12 Dirham (1 dólar/3,6 Dirham) sem muito critério, mas, mesmo assim, é um meio de transporte barato. Com os taxistas, você conhece como é viver na cidade e descobre que o emir “Sheik Mohammed” paga casa, água e luz para o dubaiense que acaba de se casar. 

Andar de metrô é uma opção mais rápida e barata para locomover-se de uma ponta a outra na cidade: compre um cartão no supermercado ou nas máquinas das estações e com 25 dirham circule muito. Não se esqueça de validar seu cartão na entrada e na saída, também quando estiver usando o Tram, uma linha que circula pela região da Marina. 

Hospedar-se em Dubai é outro encanto se você quiser dispor de mais dinheiro para isso. Nos hotéis 5 estrelas o atendimento é impecável e gentil, e lá é possível usar um biquíni sem os olhares críticos de uma cidade muçulmana na sua raiz e essência. 

Comer em Dubai é uma experiência rica em sensações e sabores como os cítricos e frescos do “fattouch”, explosivos das romãs sobre o “babaganouh”, suaves do “hommus”, picantes dos “kebabs” (espetinhos de cordeiro e frango), e doces dos pistaches, amêndoas e frutas secas (não percam as tâmaras recheadas). Beber uma taça de vinho está restrito ao interior de restaurantes ou hotéis. Não discuta, submeta-se! Permita-se o luxo de tomar um café da manhã no único hotel 7 estrelas: o Burj Al Arab (faça reserva). 

No Dubai Marina você pode andar ao longo dessa que é a maior marina do mundo, a qualquer hora do dia, com toda a segurança que a cidade oferece. Ao lado do Marina Mall escolha jantar num dos restaurantes do Pier 7, uma torre gourmet que contempla os sabores do mundo, ou reserve uma mesa nos barcos que oferecem um jantar típico, enquanto você navega e aprecia a costa de Dubai. 

Os shoppings são sempre lugares majestosos (assim como os preços) com grifes e modelos feitos exclusivos para o poder aquisitivo desse Emirado. Visite o Dubai Mall e assista ao espetáculo da dança das águas ao som de lindas músicas que acontecem a cada meia hora. À noite, esse show é mágico, com suas luzes e a vista do Burj Khalif piscando ao fundo, como uma imensa árvore de Natal. 

Conheça o dourado do deserto e veja o nascer do sol a quase 4 mil pés em um balão. A seguir imagine-se vivendo como os beduínos, apreciando um café da manhã típico com ovos, pães frescos, queijo de cabra e café amargo adoçado pelo doce das tâmaras num incrível acampamento no meio das dunas. Às meninas aviso: protejam seus cabelos da areia do deserto num lenço comprado no Souk Madinat Jumeirah, mercado que eu achei ótimo para compras, localizado dentro de um complexo hoteleiro bem conceituado. 

Contrate um motorista e dê uma escapada até o emirado de Abu Dhabi e cubra-se dos pés à cabeça para conhecer a Mesquita Sheikh Zayed, a maior mesquita do país e uma das maiores do mundo. Aproveite e tire umas 4 horas para divertir-se no parque temático da Ferrari. 

Voltando a Dubai dispense a visita ao outlet, mas se fizer muita questão, pegue um shuttle gratuito que sai de alguns pontos da cidade, logo cedo, e tenha certeza que às 13 horas você vai querer pegá-lo de volta. 

Dubai é uma cidade para comemorar o aniversário de casamento, voltar com as amigas (vamos às comprinhas?) ou levar a família (hospede-se no Atlantis e explore o parque de águas à beira do golfo na linda Jumerah Palm). É uma viagem para sempre lembrar!