Esse é o Espírito

Como você reagiria diante de um artigo de jornal que diz: “A Ceia de Natal deste ano deverá ser farta. Com a crise econômica e a alta do dólar, a tendência é o consumidor adiar a compra de bens duráveis e gastar mais com a alimentação.

Para o economista entrevistado pelo jornal é bom antecipar as compras, não por paranóia com a alta dos preços, mas sim pelo risco de escassez de produtos, devido à alta procura.

O artigo continua: “O brinde com espumante estrangeiro está garantido!”.

Sinceramente, apesar de eu apreciar um bom prato e uma boa bebida, fiquei enjoado. Diante dos fantasmas que rondam a economia mundial, provocados por dívidas internacionais impagáveis, ou mesmo nos voltando para o nosso mundinho dos juros do cartão de crédito, do cheque especial e de empréstimos, também impagáveis, brindar com espumante importado só se for para esquecermos a realidade que nos cerca.

Se for esse o caso, sugiro bebidas bem mais baratas e eficientes.

Na contramão disso não estou dizendo que em um surto de medo e pessimismo, renunciemos totalmente ao consumo. Não há mágica: em uma sociedade capitalista, só se produz, se investe, se gera emprego se houver demanda.

Cabe àqueles que estão empregados, têm bons salários, e por felicidade, não têm o desemprego como ameaça colocar os pés no chão. Os menos afortunados da nossa sociedade já estão literalmente no chão. Para eles as garrafas de espumante rolam rente ao chão já vazias, e para alguns se tornam até mesmo meio de subsistência, como por exemplo, através da reciclagem.

Colocarmos nossos pés no chão não significa deixarmos de consumir, isso só faria agravar a queda da atividade econômica.

O que podemos fazer então? A resposta é bem simples: consumir com consciência! Pesquisar preços, comparar ofertas, gastar com parcimônia segundo nossa renda, reduzindo o endividamento. Comprar produtos fabricados no Brasil que geram empregos aqui!

Gastar bem nos possibilitará comprar mais com menos, para gozarmos a vida de uma maneira mais leve e , até quem sabe, partilhar e levantar do chão os nossos irmãos. Esse é o espírito.

Flã de tapioca

½ kg de tapioca (seca e em bolinhas)

3 litros de leite

2 latas de leite condensado

2 vidros leite coco

½ kg de coco ralado fresco para cobrir (opcional)

1) Ferva o leite, junte o leite condensado, o leite de coco e misture com a tapioca.

2) Coloque em taças, cubra se quiser como coco ralado e leve à geladeira.

Rende 20 porções. Uma receita deliciosa, fácil de preparar, barata e brasileira!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.