Perca o medo de fazer apresentações ao vivo e prepare-se para o novo normal

Nessa longa temporada de isolamento social, a nossa vacina precária para evitar o contágio, tem muita gente querendo perder o medo de fazer live (laive) ou transmissões ao vivo. Principalmente nos negócios, cujos os contatos pessoais eram essenciais para fazer a roda da economia girar, isso foi antes do coronavírus. Mas, atualmente a ordem é manter distância, por isso as reuniões presenciais estão sendo substituídas pelas conferências on-line.

Na prática o crescimento do uso de softwares, especialmente feitos para conversas de várias pessoas, uma espécie de sala virtual, comprova que as lives vieram para ficar. O software Zoom, polêmico pelas questões de invasão de privacidade do usuário, informou que os usuais 10 milhões de participantes de reuniões cresceram para 200 milhões no mês de março (Veja) e todos os outros softwares similares, como Hangout, Google Meet, Team, apontam aumento significativo.

Redes Sociais

As plataformas sociais percebendo o sucesso do Zoom, abriram mais espaços para as lives. Elas ficaram públicas, uma espécie púlpito virtual. Esse formato extrapolou as reuniões de negócio. Nas redes é utilizado para ensinar yoga, receita de bolo, série de ginástica, humor e até para entretenimento, afinal as quarentenas precisam ser preenchidas com diversão e arte também. Começa ao vivo e pode ficar gravado também. Há espaço para todo mundo, no entanto, nem todos sabem as técnicas para perder o medo de fazer live e não passar vergonha, por isso aqui vai um roteiro básico para você não passar vergonha.

Prepare-se

Qual é seu objetivo único?

Escolha um objetivo para transmitir e concentre-se nele. Ter vários objetivos fará você não ser forte em nenhum deles e consequentemente não produzirá uma informação marcante e memorável.

Crie conteúdo para perder o medo de fazer live

Se puder expor na live um apresentação, do tipo power point, crie títulos que vão direto ao ponto, chamados de matadores, tanto na apresentação como na promoção do seu evento. Não esqueça de promover seu evento. Quando a data estiver definida, divulgue no seu blog/site, nas plataformas de mídia social, mas faça com estilo para ter mais pessoas participando da apresentação.

Prepare falas curtas

Seja direto. Prepare sua fala com sentenças curtas e fáceis de entender, tome cuidado para não se perder nas ideias mais difíceis. Não se apoie somente nos slides de apresentação. Crie frases rápidas e fáceis para lembrar você de acrescentar histórias e exemplos que encantarão sua platéia. Livre-se de todas as palavras desnecessárias. Menos palavras melhor. Isso não quer dizer que seu discurso será pequeno, mas será simples e cativante. Sobre o tempo ideal de vídeo, clique aqui e leia outro artigo nesse blog. As pessoas precisam entender sua mensagem claramente para não se entediarem e deixarem o evento on-line. Quando você faz uma apresentação on-line, alterne sua fala com recursos visuais, assim seu vídeo fica mais atraente e dinâmico.

Apresentação surpreendente

Sua apresentação deve conter informações de valor que instruam seu público na tomada de decisões. Seja também desafiador para instigar a audiência. Use todos os recursos técnicos que puder para aumentar sua segurança e perder o medo de fazer live. Faça como um profissional, aproveite tudo que vai ajudar você a transmitir o que planejou.

Trabalhe no roteiro

Como na construção de um filme, faça um script. Controle a apresentação planejando passo a passo. Planeje onde entrarão as imagens, os vídeos, textos, infográficos. Se não for possível as apresentações, faça cartazes, mostre objetos, material impresso, tudo que reforce o seu objetivo.

Limpe todas as distrações

Se fizer a live no escritório, faça de pé, em frente a mesa ou se ficar sentado, remova todas as possíveis distrações para você ou para seu público. Se estiver no home office, prepare um lugar e adeque para o tema da live. Analise esse layout na tela antes de fixar a câmera.

Aprenda sobre a sua audiência

Descreva as características dos vários públicos que poderão estar assistindo a apresentação. Modele cada tipo de público respondendo: do que eles gostam, suas profissões, sexualidade, posição ideológica, necessidades, desejos. Conhecer o seu público em detalhes, dará segurança para perder o medo de fazer live. Quanto mais sua mensagem estabelece sintonia com sua audiência, mais retorno terá em leads, comentários, e-mails.

Prepare sua voz

Hidrate as cordas vocais

A cantora britânica Mary King recomenda: 1- Hidrate o corpo bebendo de dois a três litros de água por dia; 2- Água sempre na temperatura ambiente, nunca gelada; 3- Evite: cafeína, vinho tinto, ar condicionado, fumo, por que ressecam as cordas vocais; 4- Não se alimente perto da hora de dormir e não ingira alimentos ácidos, apimentados e nem refrigerantes

Recursos técnicos importantes

Luz

A luz deve ser suave para que a imagem ganhe em plasticidade e beleza. Se você vai filmar seu discurso tenha certeza que sua audiência não verá você borrado ou com a imagem pixelada. Não hesite usar maquiagem suave e natural para padronizar o relevo e a cor da sua pele.

Microfone

Para gravar profissionalmente vídeos, lives ou podcasts minimamente use o microfone do fone de ouvido, eles são melhores para captar o áudio do que o nativo da câmera. Faça testes e ouça se o som ficou claro e correto. O microfone sempre é recomendável, mesmo que você use uma câmera DSRL ou profissional.

Câmera

Dois pontos são importantes, a posição da câmera e a própria câmera. Coloque a objetiva da câmara na altura dos olhos ou um pouco acima, assim você olha nos olhos de quem vê você e ganha em credibilidade. Lembre de gravar olhando na objetiva e não na tela onde você aparece.

Ambiente ou cenário para gravação

Prepare um ambiente adequado à apresentação, não decore com uma arara de roupas da moda se vai falar sobre restaurantes. Limpe a bagunça, não deixe objetos que possam chamar demais a atenção do seu público ou mudar o foco do seu discurso. No home office é sempre bom transmitir live quando está sozinho, mas se tem família ou mora com amigos a história fica mais difícil. Nesse caso, avise a todos a data e o horário do evento para que não aconteçam interrupções desagradáveis durante a live.

Performance durante a apresentação

Mantenha sua energia alta

Quanto mais você se anima e ganha autoconfiança, mais vai perder o medo de fazer live. Tome um café, faça algum exercício antes da apresentação ou outra coisa que ajude a aumentar a energia.

Fale com paixão

Quanto mais positivo, articulado e apaixonado, melhor para a conexão com o seu público. As pessoas percebem sua energia e recebem sua mensagem com mais credibilidade e atenção.

Esteja vestido para a ocasião

Vista-se como se estivesse em frente a uma grande plateia. Nesses tempos de quarentena é comum ficar de pijama, descabelado e sem fazer a barba, mas para a live não pega bem. Coloque a roupa adequada ao público imaginado, a fim de que ele se identifique com você ou com sua profissão.

Responda as perguntas do público

Combine com as pessoas que farão a live com você e reserve pelo menos 1/4 do tempo para responder as perguntas de quem participa virtualmente. A audiência se sentirá envolvida e respeitada, com certeza voltará no próximo evento.

Pratique antes de começar a live

Teste antes de entrar no ar ao vivo

Ensaie antes de fazer a conferência. Não pense somente no “como” você vai entregar o seu discurso, mas “o que” você entregará. Grave algumas vezes, assista com espírito crítico, localize os erros, corrija em novas gravações, é assim que você começa a perder o medo de fazer live.

Pós evento

Responda as perguntas do público durante a live, mas se perceber que o tempo da live está no final, informe o seu e-mail ou o endereço do seu perfil na rede social para responder depois e iniciar um contato. É sempre importante fazer uma avaliação inteira da apresentação com quem participou para ter uma diagnóstico da performance e melhorar a próxima.

Faça lives de acordo com a estratégia de marketing digital para as redes sociais e seja frequente, por que o seguidor espera a sua live para aprender, entender mais do seu produto, serviço, ideia, causa ou mesmo para se divertir. As técnicas de marketing digital são muitas e agora que as empresas estão aprendendo a ter empregados em home office o aprendizado é imperativo. Há também quem queira trabalhar com o próprio negócio digital ou prestar assessoria como Social Mídia e empreender nesse segmento. Se você tem esse interesse em se desenvolver, entenda melhor sobre o assunto baixando gratuitamente o e-book “Empreendedorismo Digital” clique aqui.

Gostou dos passos? Coloque nos comentários suas dúvidas, sugestões e conte sua experiência em fazer lives. Podemos conversar sobre outras coisas pelo email : [email protected]