Sinal aberto

O parque Ibirapuera ficou mais próximo do pedaço! Um semáforo de pedestres foi instalado na Av. Pedro Álvares de Cabral depois do  Viaduto Gen. Marcondes Salgado (que atravessa a Av. 23 de Maio, próximo a Av. Dante Pazzanese). Desta feita, os pedestres não precisarão atravessar a avenida pela passarela Ciccillo Matarazzo ou andar até a Alesp.

A demanda, apresentada na primeira gestão do Conselho Participativo VM, em 2014, não foi levada em conta pela CET. Recentemente o semámoro foi instalado para facilitar a vida dos alunos do Colégio São Luís, que será inaugurado em 2020. 

Vale destacar que o projeto da nova sede da escola, assinado pelo escritório de arquitetura Athié Wohnrath, aproveitou cada centímetro do terreno do antigo estacionamento do MAC, numa obra de 27 mil metros quadrados de área construída, que impermeabilizou todo o terreno —  embora o colégio destaque a valorização do verde e do natural. 

O estudo da CET sobre o impacto no trânsito que a movimentação do colégio vai causar, com cerca de 5 mil alunos, foi pedido antes mesmo da obra começar por conselheiros e participantes do Conseg Vila Mariana/ Paraíso. Mas nunca  foi apresentado pela CET… 

O terreno, com mais de 15 mil metros quadrados — localizado entre bens tombados (MAC, Instituto Biológico e parque Ibirapuera) foi vendido pela CPOS – Companhia Paulista de Obras e Serviços em 2015 por 39 milhões e depois repassado à Associação Nóbrega de Educação e Assistência Social (ANEAS), entidade responsável e mantedora do Colégio São Luís, em 2018.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

WhatsApp chat