Instituto Biológico auxilia no diagnóstico da Covid-19

O Instituto Biológico (IB-APTA), ligado á Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo,auxilia no atendimento do diagnóstico da Covid-19. O Laboratório de Viroses de Bovídeos do Instituto, que possui instalação de Biossegurança nível 3 (NB3), com sede no IB, após avaliação satisfatória do Instituto Adolfo Lutz, referência do Estado de São Paulo para a Covid-19, para realizar testes e ajudar no diagnóstico. Para isso, os laboratório foram adequados e técnicos do IB habilitados pelo Instituto Adolfo Lutz para prestar atendimento durante a pandemia.

Segundo a pesquisadora do Instituto Biológico responsável pelo Laboratório, Liria Okuda, é muito importante a harmonização dos testes entre os laboratórios que irão atender o diagnóstico da Covid-19 para evitar erros de interpretação, o que comprometeria os resultados.

O laboratório NB3 foi inaugurado pelo IB em 2016. O espaço recebeu investimentos de R$ 2 milhões do Governo do Estado de São Paulo. O laboratório cumpre os requisitos de Segurança Biológica Nível 3, estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e é o único do Estado e um dos poucos do País da área animal a ter este nível de segurança. Ele possui acreditação pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) em metodologias com base na norma internacional ISO 17025, e é credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para análises virais em animais.

A instalação estratégica NB3 permite a manipulação segura de materiais biológicos de origem animal e evita escape de microrganismos que acarretam doenças aos indivíduos. Esse nível de segurança impede, desta forma, o escape desses agentes que poderiam colocar em risco a comunidade com a exposição por inalação. “Essa segurança para as análises animais pode ser transportada agora para as análises relativas à Covid-19. Poderemos contribuir de forma segura”, explicou a pesquisadora Liria Okuda.

O Secretário Gustavo Junqueira ressaltou ainda que todo o time da Secretaria está empenhado e à disposição do estado e da população para trabalhar no combate à pandemia, além de garantir o abastecimento. “Se a curva epidêmica da Covid-19 ocorrer, conforme está sendo previsto, haverá necessidade de chamar mais profissionais da Secretaria para colaborar nesse atendimento. Alguns profissionais que atuam na área de sanidade animal já manifestaram interesse em colaboral”, afirmou o secretário.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

WhatsApp chat