ATITUDE
- Edição 82 - Abr/2009
Jean Massumi

A Arte de Ouvir

Faz um tempinho, escrevi uma coluna a respeito do quanto é importante escutarmos as pessoas (e exemplifiquei que muitos dos meus pacientes vêm principalmente para falar).
Cada vez mais me convenço da importância desse ato.
Ouvir bem não significa achar soluções para os problemas apresentados. Nem tampouco questionar as intenções de quem fala com julgamentos e rótulos. Na minha modesta opinião, ouvir é acolher quem fala de braços e coração abertos. O fato de nos acharmos incapazes de ajudar não nos impede ao menos de ouvir. E creiam, isso pode ser a grande ajuda.
A respeito daquela coluna, algumas pessoas me abordaram dizendo que não gostam muito de ouvir ou interagir com pessoas em dificuldades, com medo de captar as energias dela. Se diziam sensitivas e "pegavam " facilmente energia negativa... Meus amigos, por experiência própria, aprendi que quando nos concentramos no PROBLEMA da pessoa realmente é possível captarmos essa energia. Pois o problema nos impressiona e tentamos achar a solução. Ou seja , ele fica vivo dentro de nós. Mas quando nos concentramos na PESSOA, isso não acontece. Acolher a pessoa em dificuldade, ouvindo de coração aberto é salutar para ambos. É um verdadeiro exercício de humanidade.
Experimentem. Ouçam sem julgar, sem rotular, mas também sem se violentar. E me contem depois...

Agradeço a todos e aviso que em breve estarei em um novo endereço,
na rua Morgado de Mateus, 596, sala 2


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019