ATITUDE
- Edição 82 - Abr/2009
Denise Delfim

DE LONDRES PARA A VILA MARIANA - Cidades em transição

Estamos em Londres para conferir de perto o que sabíamos de longe, sobre o Movimento Cidades em Transição.

Para colaborar com a Vila Mariana – para um Bairro em Transição, fizemos o curso Transition Training onde estavam presentes líderes de diferentes grupos que estão se engajando ou em processo de transição.

Após o treinamento aproveitamos para visitar e trocar experiências com pessoas que iniciaram o processo de transição em seu bairro, tais como: Tooting, Finbury Park e Brixton.

Está havendo um crescimento exponencial de pessoas e grupos engajados em fazer a transição para um novo modelo de vida movido pela consciência das questões planetárias.

É impressionante ver o quanto os londrinos e o Reino Unido estão despertos para a urgência da questão do Pico do Petróleo, da necessidade relocalização de atividades cotidianas e trabalho e, da produção local de seus alimentos.

Essas ações estão baseadas em muita criatividade, reconhecimento das habilidades presentes na comunidade e da união de esforços para promover a mudança necessária.

Esse modelo não está pronto, mas cada comunidade diante de sua composição cultural e de seus desafios urbanos está se propondo a mudar suas vidas fazendo um redesenho para uma forma de viver com energia descendente.

No Brasil precisamos reconhecer a necessidade de reformular a maneira como usamos a energia, principalmente a do petróleo. Além de ser o principal combustível para veículos e industrialização, essa matéria-prima está presente em uma enorme quantidade de produtos que usamos diariamente, por exemplo: plásticos, cosméticos, roupas, produtos de limpeza, etc.

Outra visão que precisamos desenvolver nas comunidades paulistanas é valorizar as grandes áreas verdes da cidade como os parques urbanos, bem como as pequenas localizadas nos lotes residenciais. O resgate dos jardins frontais e dos quintais verdes visando criar um espaço para plantio de diferentes tipos de vegetação, inclusive alimentar. Esse exercício de plantio é forma de reconexão com a natureza interna e externa.

Outro aspecto importante no processo de transição urbana é o quanto as leis municipais podem contribuir para que seja obrigatória, num momento inicial, a manutenção de espaços permeáveis como os jardins, quintais e calçadas verdes.

Em nosso retorno ao Brasil, estaremos compartilhando e impulsionando esse Movimento para que a Vila Mariana seja um lugar sustentável: melhor para as pessoas viverem e que essa consciência redefina o futuro, além da possibilidade de ser inspiração para outros bairros da cidade de São Paulo e do país.Take Action!!! 

Isso significa: vamos agir sem mais demora!

Lara Freitas e Marly Pedra Coordenadora e Nucleadora de Saúde Sustentável do Ecobairro www.ecobairro.org.br

 


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019