ATITUDE
- Edição 81 - Mar/2009
Jean Massumi

Competição

Se pudéssemos eleger os maiores fatores do estresse nas empresas e nas relações entre pessoas, um dos campeões (e sempre citado) é a competição (ou espírito exagerado de competitividade).

Meus pacientes e amigos que trabalham no mundo corporativo sempre reclamam dessa que é uma característica tão valorizada pela pessoa jurídica e tão funesta para a pessoa física. Levando em consideração que os horários de trabalho estão cada vez mais cruéis, facilmente encontramos pessoas que ficam mais de 10 horas por dia dentro da empresa. Vocês já imaginaram o que significa 10 horas sendo observado,10 horas sendo analisado,10 horas pressionado para não errar, pois seu erro será usado contra você pelo colega do lado? É muito desumano.

E o que acontece com essas pessoas? Ou elas entram no jogo, ou perdem o emprego... E o pior é que cada vez mais fica difícil desligar o botãozinho:vida pessoal x vida profissional e essa competição acaba chegando dentro de casa, nas relações com aqueles que estimamos verdadeiramente.Tudo acaba se tornando um jogo, no qual o importante é vencer a qualquer custo: desde uma simples discussão pelo controle remoto da tv até o que (ou quem) tem mais valor na relação.

Li um texto de Rubem Alves que reflete bem uma possível solução: "Já que todo mundo está jogando, nos inspiremos no frescobol!!!É um dos únicos jogos em que se ganha com cooperação. O objetivo é deixar a bolinha (a relação, o sentimento) sempre no alto. Um se esforçando para facilitar o jogo do outro e JUNTOS chegarmos ao fim: ganham os dois ou perdem os dois...".

Estou recebendo inscrições para workshops de massagens, os interessado devem entrar em contato no número abaixo. Até a próxima...

Jean Massumi é massoterapeuta - Rua Joaquim Távora, 1398. Tel. 5908.0121 jmhara@uol.com.br


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019