ATITUDE
- Edição 79 - Dez/2008
Paullo Santos

Movimento Transition Towns Cidades em Transição

Muitos são os desafios para vivermos em cidades e muitos são os desafios para que seja uma vivência pacífica, com qualidade, segurança e com todos os sonhos de uma vida saudável e que inclua um ambiente saudável. Para alcançar esse patamar na cidade, nos bairros, em nossa vizinhança, temos que passar por uma transição.
Precisamente no dia 29 de dezembro de 2008 – sábado às 6h da manhã, o Ecobairro acordou cedo e participou da Meditação Matinal que acontece todo sábado na Casa Urusvati. Neste dia a nossa Conselheira Lúcia Helena que mora no Rio de Janeiro conduziu uma meditação que propicia retirar os sete bloqueios que dificulta uma "Cidade em Transição", são eles:
1. Não temos nenhum financiamento.
2. Eles não vão deixar.
3. Já existem grupos verdes nesta cidade e eu não quero entrar em conflito com eles.
4. Ninguém nesta cidade se preocupa com o meio ambiente de nenhum modo.
5. Não é muito tarde para fazer alguma coisa?
6. Eu não tenho as corretas qualificações.
7. Eu não tenho a energia para fazer isto.

Depois dessa Reflexão e Meditação, os coordenadores do Ecobairro foram, na mesma manhã, para uma reunião com outra Conselheira - May East - moradora da Ecovila Findhorn, que estava de passagem pelo pais à trabalho, e, também, facilitadora do Movimento Transition Towns: "Cidades em Transição". Neste encontro firmamos o compromisso de que o Ecobairro da Vila Mariana será o primeiro bairro de São Paulo e do Brasil a apoiar e facilitar esse Movimento.
O Ecobairro em seus princípios já contempla a maioria das propostas do Movimento Transition Towns, incorporá-lo é estarmos referendando nossos objetivos do que queremos para um mundo sustentável, que começa no indivíduo, depois em nossas casas, no quarteirão, no bairro e em seguida na Cidade – onde cada vez mais as Nações Unidas vem pedindo que foquemos nossas ações.
Que Movimento é este?
Ele busca reduzir o uso do petróleo da vida urbana e promover economia energética, e que cada local encontre seu modelo único de transição, na solução dos problemas da escassez do petróleo e do aquecimento global que cada vez mais se avizinha. A idéia é que cada sociedade use a criatividade para fazer a mudanças.
Para as grandes cidades, uma alternativa é fazer a transição pelos bairros, reforçando o comércio regional. Bristol, no sudoeste da Inglaterra investiu nessa perspectiva. Com mais de 400 mil habitantes, a cidade foi "dividida" em 12 partes. Cada uma delas está procurando achar sua própria solução. Também não existe um calendário coletivo para a conclusão dessa transição entre a economia baseada no petróleo global e a economia sustentável local. Cada cidade ou bairro tem a sua forma ou estratégia.
O berço do movimento, em Totnes no Sul da Inglaterra, espera concluir sua jornada em 2030. Na linha do tempo traçada pelo movimento nessa comunidade, quando a tarefa for concluída muito dos hábitos e costumes da cidade terão sido modificados. As pessoas deverão consumir produtos locais e a dieta será baseada muito mais em vegetais do que na carne. As escolas passarão a educar as crianças para as reais demandas do local e da época, cozinhar, construir casas a partir de materiais naturais e reaproveitados e a fazer jardinagem. Os conceitos de sustentabilidade e resiliência, que é a capacidade que um sistema possui de resistir a choques externos, passarão definitivamente a fazer parte do currículo. O transporte público ganha espaço e andar de carro será sinônimo de comportamento anti-social.
Existem doze passos para a transição das cidades, iremos abordá-los na próxima edição, sugerimos apenas que você que mora no Pedaço reflita sobre os sete bloqueios nesse final de ano, já que é final de um ciclo.
Que 2009 sejamos novos, com cultura, educação, saúde, economia, espiritualidade, comunicação, política e meio ambiente, os oito princípios do Ecobairro que permitem uma vida sustentável e pacífica..................................................................
Agradecemos a 2008 e que façamos uma boa transição para 2009 com muita alegria, pois só é sustentável se for divertido. Até lá!

Lara Freitas e Paullo Santos - Coordenadores do Ecobairro – O Planeta é a Nossa Casa ecobairrovilamariana@terra.com.br


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019