UMAS E OUTRAS
- Edição 66 - Out/2007
Denise Delfim

Planeta Azul

Transmitir de forma lúdica às crianças e adolescentes os valores éticos através de histórias em quadrinhos. É com esse espírito que o projeto Planeta Azul beneficia hoje mais de 5 mil jovens em 43 escolas de todo o Brasil.

Criado há quase 10 anos pela Fundação Mokiti Okada, surgiu da união de duas idéias: "O desenhista Mário Vieira havia criado alguns personagens e não queria vendê-los com fins comerciais. Como nós já tínhamos esse projeto dos quadrinhos, acabamos fazendo uma parceria com ele", explica Miguel Ângelo, coordenador do Planeta Azul.

Todo mês uma revista é publicada com novas histórias que abordam basicamente quatro temas: saúde, arte, meio ambiente e ética. As publicações servem como um material paradidático aos professores, auxiliando despertar na criança a responsabilidade em relação à vida pessoal. "O grande diferencial do Planeta Azul é que as histórias são criadas pelas próprias crianças. Elas mandam cartas contando alguma experiência que viveram, e também o que já aprenderam com as historinhas da revista. A gente adapta esses relatos e publicamos nos exemplares seguintes".

Através das revistas, o projeto faz parceria com escolas públicas e privadas para levar aos jovens a importância de se fazer boas ações e ajudar ao próximo: "Nos colégios públicos a gente arca com os gastos. Já nos particulares, o colégio organiza tudo", explica Miguel.

Além das publicações mensais, o projeto conta também com as "Tirinhas do Planeta Azul", histórias menores que podem ser veiculadas gratuitamente por jornais e revistas. A idéia é oferecer a esses meios um material para entreter o público infantil de forma divertida e com informações construtivas. Quem quiser conhecer melhor o projeto e solicitar as tirinhas pode acessar o site www.planetaazul.com.br.


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2018