CIDADÃO DO MUNDO
10/12/2019 - Edição 199 - /
Da Redação

Que tal Viena?

Por Paulo Luciano Silva e amigos

Fizemos uma viagem sonhada há tempos. Fomos ao encontro de amigos residentes em Viena, que nos apresentaram a cidade de uma forma carinhosa e toda especial. Nosso grupo animado aproveitou cada momento. Foi uma imersão cultural e uma oportunidade de vivenciar o cotidiano da cidade.
No primeiro dia, demos boas caminhadas e passeamos nas áreas livres de lazer às margens do Rio Danúbio. Vimos o pôr do sol tomando drinques com os pés na areia, em um dos quiosques que funcionam durante o verão.
Nos meses de calor, a cidade fervilha de eventos abertos ao público. São promovidas diferentes atrações, como festival de cinema nos jardins da Prefeitura, apresentações musicais e feiras com produtos típicos e artesanais.   
O clima de tranquilidade e segurança proporciona uma sensação de bem-estar aos visitantes. A qualidade de vida que a capital da Áustria oferece é visível. São muitas áreas verdes, parques e jardins bem cuidados. O planejamento urbano é organizado, com alternativa de ciclovias, aluguel de bicicleta, veículos motorizados, inclusive, carro elétrico compartilhado. O transporte coletivo é integrado, diversificado e de fácil acesso. 
Através de aplicativos, é possível acompanhar os horários rigorosamente cumpridos da rede de transporte e muitos outros serviços. A população tem acesso a uma plataforma de comunicação com a administração pública para informar os problemas observados nas ruas. 
Viena é linda, cenário de diversas produções cinematográficas. Preserva o passado, valorizando a história, arte e cultura. Em sua formação original, a cidade era cercada por muralhas. Começamos nosso tour pela parte mais antiga, observando características referentes à ocupação do Império Romano e do período medieval. 
No centro histórico está situado o Quarteirão de Museus, o Palácio Imperial, a Catedral, edifícios centenários como a Ópera de Viena, ruas só para pedestres e diversas confeitarias tradicionais. No Café Central, experimentamos a sobremesa preferida da Imperatriz Sissi e outros doces fantásticos. Outra dica de gastronomia local é apreciar nos quiosques de rua, especialidades austríacas, como linguiças e salsichas da melhor qualidade. 
Andar na famosa Roda Gigante, construída em 1897, é um programa imperdível. As cabines de madeira acomodam até 15 pessoas e proporcionam uma deslumbrante vista panorâmica da cidade. Há atrações divertidas e emocionantes para todas as idades no Parque de Diversões Pratter.
A visita ao Palácio Schonbrunn foi encantadora. A antiga residência de verão da Família Imperial surpreende por sua beleza e exuberância. Considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, o palácio está situado em uma área imensa, um parque que abriga além do museu, um teatro de marionetes, um labirinto nos jardins e o Jardim Zoológico mais antigo do mundo.
Conhecemos a arquitetura irreverente do austríaco Friedensreich Hundertwasser. Uma de suas obras é a intervenção feita inicialmente na fachada de um prédio, que gerou uma transformação visual no espaço ao redor. Em frente, está localizada a Vila Hundertwasser, um pequeno shopping, com lojas e galerias de arte. 
Outro projeto interessante assinado pelo arquiteto é a usina de processamento de lixo não reciclável, que gera energia para o aquecimento da água distribuída à população local. Uma enorme e colorida torre de incineração de resíduos se destaca na paisagem urbana. Viena se preocupa com a preservação do meio-ambiente e investe em soluções criativas. 
A cidade é inclusiva, valoriza a cidadania e respeita a diversidade. Oferece opções culturais inesgotáveis e merece ser visitada outras vezes. Mas que a verdade seja dita, a companhia dos amigos é o que fez a diferença. Uma coisa é conhecer Viena, outra, é conhecer Viena com o Francis e a Sheila. E o melhor disso tudo é que esse privilégio pode ser compartilhado. Para quem quiser saber mais detalhes sobre as dicas de viagens dessa dupla, é só acompanhar suas aventuras pelas redes sociais. Vale a pena conferir. 
Nós, eu, Paulo, Leninha, Lozano e Silvia, trouxemos na bagagem memórias inesquecíveis e uma imensa vontade de voltar.
 

Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2020