UMAS E OUTRAS
21/02/2018 - Edição 179 - Fev/2018
Denise Delfim

Cultura na maturidade

O CCDAM – Centro Cultural da Maturidade nasceu em 2002, em Moema, idealizado e coordenado pelo diretor geral Jefferson Oliveira. “Antes era chamado de Universidade Aberta da Terceira Idade. Por solicitação das próprias alunas, fizemos uma votação e foram elas que escolheram o novo nome”, diz.

O CCDAM tem o propósito de proporcionar às alunas da terceira idade cultura, diversão e lazer por meio de aulas ministradas de forma didática e dinâmica para promover debates com as alunas. As aulas são em diversas áreas: geopolítica, história da arte, saúde, história moderna e contemporânea, direito entre outras. “Para que o idoso seja reconduzido ao contexto social, ampliando o ciclo de amizades, a cultura e a autovalorização pessoal”, explica.
 
Na área cultural, o CCDAM promove atividades semanais como coral, passeios às exposições em museus e galerias e idas ao teatro. “Levamos nossas alunas para shows, passeios, viagens. É impressionante, pois percebemos que elas redescobrem a alegria de viver”, conta o diretor administrativo, Alan Vitor Ferreira.
 
Esse ano, graças aos esforços dos coordenadores e incentivo das alunas, a rede de CCDAM foi ampliada para 5 unidades: Morumbi,Vila Mariana, Campo Belo, Barra Funda e Lapa.“Aqui no bairro, em parceria com a FMU, iniciaremos nossas atividades em novo local , na FMU Vila Mariana, ao lado do Metrô. Isso facilitará o acesso”, informa Alan.
 
O curso, no ano passado, reuniu 22 senhoras do bairro,  e, no coral, 23. “Não tivemos mais alunas, pois o espaço era limitado, agora podemos receber mais interessados. A nova sala tem capacidade para 100 pessoas”.
 
Eles contam que as alunas da Vila Mariana são as mais alegres que eles têm contato. “São participativas e na hora debate se colocam com energia e muita opinião. Dá gosto de ver!”, elogia Alan. 
 
A dedicação ao coral foi impressionante, com apresentações na Paróquia Santo Inácio, no Metrô República e numa casa de repouso na na Rua Cubatão. “Elas se sentiram emocionadas. A próxima apresentação será em abril, no encontro da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia”, adianta Jefferson.
 
Com o novo espaço e maior capacidade de atendimento, o CCDAM irá intensificar suas atividades este ano. “Para cada vez mais acolher essa população que tanto nos ensina. Agora vamos inseri-las ao mundo tecnológico!”, diz. Além dos coordenadores, 15 professores fazem parte do CCDAM.
 
“Geralmente quando as meninas nos procuram, ou estão saindo de uma depressão ou enviuvaram, ou curaram-se de uma doença grave. Por meio do convívio e das descobertas, há um acolhimento e um apoio mútuo, importantes para o resgate da dignidade e do respeito; graças ao amor e carinho recebidos”, diz Jefferson. Alan garante que o ganho é de todos. “Por nosso lado, também nos realizamos ao ver a transformação, a alegria e o ânimo de viver que essas meninas nos ensinam”.
 
O curso tem a mensalidade de 140 reais  (2 dias por semana), e o Coral, 240 reais (o semestre), com 1 aula por semana. “Para que o público possa conhecer melhor o nosso trabalho, disponibilizamos uma semana de aulas gratuitas na CCDAM da Vila Mariana, na Rua Lins de Vanconcelos, 3406”, convidam os diretores. Saiba mais: https://centroculturaldama.wixsite.com/ccdam ou pelo telefone:2236-0978.

Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2018