UMAS E OUTRAS
13/12/2017 - Edição 178 - Dez/2017
Denise Delfim

Jabuti Cinquentão

O Jabuti Frutos do Mar e Chopperia faz parte da história dos vilamarianenses. O cenário, preservado com paredes de azulejos, grande balcão de acepipes, a disposição das mesas, faz parte da memória afetiva dos antigos moradores. De suas grandes janelas o que mudou foi a Vila Mariana de 50 anos atrás. 

O ponto tradicional, a esquina da rua Joaquim Távora com a Av. Conselheiro Rodrigues Alves, foi o primeiro restaurante bar da via, hoje conhecida pelo número de bares por metro quadrado. Inaugurado em 1967, além de tornar-se ponto de encontro de muitas gerações, recebe clientes notáveis, como o navegador e escritor Amyr Klink, que vai regularmente comer ostras.  
 
No início era Bernardino Figueiredo e Manoel Matias Morgado que estavam à frente do negócio. Mas foi Bernardino, filhos de portugueses, que continuou a dirigi-lo. Ele morreu em 2013, e seus filhos, Marco Antônio Figueiredo e Analucia Figueiredo, assumiram o Jabuti.
 
A primeira decisão dos filhos foi preservar as características originais da casa. “Isso a gente não muda, já é tradição”, garante Marco Antônio. Tradição que também está na equipe de garçons: Gentil de Oliveira, o Magrão soma 40 anos de casa; já Claudio Neris de Lima conta que entre idas e vindas está ali desde a década de 70. “Somos uma grande família aqui”, dizem.
 
O cardápio do Jabuti é uma atração deliciosa à parte. Nele se encontra polvo e rãs a vinagrete, patinha de caranguejo, casquinha de siri de camarão, bolinho de bacalhau, ovos de codorna e peixes em geral, além das ostras apreciada por Klink. Para beber, além do chopp, destaca-se a mais pedida pela clientela, a batida de amendoim Jabuti.
 
Marco Antônio conta que num final de semana a esposa do navegador tirou uma foto dele almoçando o seu prato preferido e postou no Facebook. “Veio um monte de gente, fez fila na porta! Ele é muito querido!”. 
 
Nestes 50 anos, os clientes tornaram-se grandes amigos, considera Marco Antônio. “A gente coloca a conversa em dia. Eles trazem os filhos, os netos. Quando ficam sem aparecer, a gente começa a ficar preocupado”, confessa. 
 
A grande família sempre se sente à vontade. “Aqui todos estão em casa, pois não tem frescura”, diz. Como o pai, Bernardino, gosta mesmo é de encontrar os amigos-clientes de uma vida inteira!
 
O bar Jabuti funciona de segunda a sábado das 10h às 01h e domingo das 10h às 17h. Telefone: 5549-8304.

Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2018