ATITUDE
26/12/2016 - Edição 167 - Dez/2016
Jean Massumi

Obrigado 2016

Amigos do Pedaço, última coluna do ano. Quem diria que sobreviveríamos, não é mesmo? Conheço uma galera que está rezando desde agosto para o ano acabar. Apesar dessa quase unânime opinião negativa, considero possível extrairmos preciosos  e positivos ensinamentos desse ano revelador. 

Por que revelador? Vejamos...
 - Soubemos através das delações na nossa política, que  X não é tão melhor que Y. Logo, a divisão ideológica  polarizada em que grande parte da população se engalfinhava não faz lá muito sentido. Que 2017 seja um ano de atitudes, cobrança, direitos e deveres...
 - Soubemos que não é só o “brasileiro que não sabe votar”. Vimos vitórias de discursos separatistas, preconceituosos e às vezes patéticos, mesmo em países do 1º mundo. Que 2017 seja um ano onde consigamos canalizar nossos anseios por mudança de forma consciente  e menos radical.
- Soubemos na prática que em matéria de economia (e em outros setores) não existe nada tão ruim que não possa piorar. Desemprego e recessão foram duas palavras muito faladas por aqui, e mais que faladas: sentidas na pele. Que 2017 seja um ano de sacrifícios e semeadura, e que consigamos acreditar sempre no nosso progresso.
- Soubemos que as tragédias andam juntas com a superação e a solidariedade. Mesmo em episódios de grande tristeza, perdas e calamidade, existe um componente da personalidade humana que nos permite uma identificação com a dor alheia, e que extrai momentos de beleza e emoção  nas lamas do caos. Que o ano de 2017 traga a cada dia essa capacidade de nos colocarmos no lugar do outro e renovarmos nossas esperanças nessa bendita espécie humana. Em família, no trabalho, na escola, nos templos ou mesmo na rua... Que 2017 seja o ano da EMPATIA. Feliz ano novo para todos!!!
 
Jean Massumi é massoterapeuta
Rua Morgado de Mateus, 596.  Tel. 5908.0121    jmhara@uol.com.br

Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019