ATITUDE
28/09/2016 - Edição 164 - Set/2016
Jean Massumi

Ciática

Olá amigos do Pedaço. Hoje vamos falar de uma dor que quase todo mundo conhece, e se não conhece, pelo menos teve alguém que já sentiu: a famosa dor ciática.

O nervo ciático é considerado o maior nervo que possuímos. Ele nasce nas vértebras lombo-sacrais (a parte bem baixa da coluna) como finas raízes. Essas raízes se juntam formando um feixe bem calibroso que damos o nome tão conhecido (Imaginem um fio elétrico desses que possuímos em casa. Quando cortamos esse fio e o desencapamos, percebemos grande quantidade de fios metálicos formando um feixe. O nervo ciático é bem similar). Esse feixe desce da região baixa da coluna, passa pela região das nádegas, desce pela perna até os pés.
 
Os sintomas de algum probleminha relacionado a ele variam muito: dores, sensação de peso, queimação, “choque” e até frio. Não vou falar sobre os casos mais graves como discopatias degenerativas, hérnias e afins. O mais comum é uma dor localizada na parte externa do bumbum. Entretanto, ao contrário do que imagina a maioria das pessoas, a causa da dor geralmente não se encontra naquele local, mas na região de onde saem as raízes finas perto da coluna. Pelo que percebo nos atendimentos aqui, 90% das dores ciáticas estão relacionadas à coluna, e apenas 10% a outras causas ao longo do trajeto do nervo.
 
Opinião de massoterapeuta: É UMA DOR BEM CHATA. Não só para quem sente, como para quem trata. Vai e volta mais de uma vez. Durante as massagens é preciso paciência para perceber as mudanças de tônus e prosseguir para outros pontos. E com a musculatura bem relaxada e solta que temos uma melhor condição de drenagem da inflamação. Como é uma dor que tem origem nas proximidades da coluna, a questão postural influencia as demais. Por isso, a reincidência da dor.
 
Por fim, se me permitem um alvitre: os melhores amigos dos que sofrem com a ciatalgia são o calor e o movimento. Fujam do frio! Não andem descalços em chão e não sentem em bancos frios.
 
Jean Massumi é massoterapeuta
Rua Morgado de Mateus, 596.  Tel. 5908.0121    jmhara@uol.com.br

Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019