ATITUDE
28/03/2016 - Edição 158 - Mar/2016
Jean Massumi

Usina de pensamentos

Amigos do Pedaço, recebi tantas mensagens via e-mail, relativas à última coluna, que resolvi continuar com o tema. E um desdobramento imediato daquela força poderosa chamada VONTADE, é a criação de pensamentos e padrões mentais. 

Desde o início do querer/desejar começamos a traçar planos de viabilização/concretização desse desejo, imaginando “como seria”... Vamos impregnando a imagem mental com sensações táteis, aromas, sabores... Depois, lentamente desenvolvemos emoções e sentimentos. Quanto mais detalhada a imagem, mais sensação ela proporciona. Sorrimos sozinhos, ficamos bravos, choramos e sofremos de olhos abertos, sonhando.
 
Ilusórios? Talvez. Irreais? Jamais. Pensamentos contêm elementos sutis como nossa própria alma. Aliás, há quem diga que é na alma que os pensamentos nascem, numa fisiológica analogia ao Criador: somos todos pequenos deuses vivendo paraísos e infernos dentro do universo mental.
 
Quanta energia despendida nos pensamentos abortados. Vem e vão deixando um rastro de luz ou sombra, definindo quem somos e o que queremos ser. Energia que não se perde... Apenas procura outras com a mesma vibração, coalhando os “espaços vazios” à nossa volta.
 
Meus amigos, peço a ajuda de vocês para mais uma reflexão: por que uma faculdade tão maravilhosamente humana é utilizada para satisfazer as necessidades mais instintivas? Por que pensamos em comprar, em ter, em transar com muito mais frequência, do que pensamos em doar, em ser e amar? Acho que estamos mais perto da largada do que da chegada... 
Mais perto do bicho, que do anjo... Grande e afetuoso abraço a todos. Até a próxima.
 
Jean Massumi é massoterapeuta
Rua Morgado de Mateus, 596.  Tel. 5908.0121    jmhara@uol.com.br

 


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019