ATITUDE
16/09/2014 - Edição 142 - Set/2014
Da Redação

Lição de Casa

A escassez de água provocou mudanças de hábitos e tensão na população da cidade de São Paulo. No entanto, segundo a Sabesp, em bairros com maior poder aquisitivo a economia é inferior; a Vila Mariana, por exemplo, teve a segunda menor redução de consumo (-11,18%). 

Os vizinhos reclamam: “Duas moradoras da Rua Bagé lavam a calçada todos os dias de manhã, mesmo se estiver garoando, desperdiçando água descaradamente. Já tentei conversar, mas elas não querem nem saber!”, contou a vizinha Marilza Trevisan. Outra observação veio do frentista do Posto Shell da Rua Rio Grande: “Enquanto os ricos lavam seus carros aqui no posto, como se o problema da falta d’água não existisse, eu e minha família, que moramos na periferia, temos nosso banho cronometrado”, comparou. O proprietário do posto, Geraldo Júnior, informa que eles utilizam água de reúso. “Temos um tanque para guardar a água de chuva para a lavagem de carros, mas, como não chove, contratamos o serviço do caminhão pipa”.
 
Mas chegou ao Pedaço da Vila também uma iniciativa valorosa que serve de lição para todos, de Grabriela Nastari, com apenas 9 anos. “Ela distribuiu nos 64 apartamentos do prédio onde mora este ‘alerta’ sobre a economia de água neste momento crucial que a população atravessa. Exemplos como esse devem ser valorizados e divulgados”, elogiou o vizinho Luiz Reck. 

Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019