ATITUDE
- Edição 131 - Set/2013
Jean Massumi

Boiada
Certa vez, um filósofo alemão,  Arthur Schopenhauer, disse: “Qualquer verdade passa por três estágios: Primeiro, é ridicularizada. Segundo, é violentamente combatida. Terceiro, é aceita como óbvia e evidente”.
 
Dando uma olhada naquilo que acontece em nossa volta, comprovamos o quão é difícil ultrapassarmos os dois estágios iniciais. E mesmo em verdades pessoais, aquelas que dizem respeito apenas ao indivíduo. Seguimos, intelectual e emocionalmente, conduzidos por vaqueiros na base de chicotadas, gritos e laçadas. Difícil acreditar que quase sempre encenamos os dois papéis: ora boiadeiros, ora gado.
 
Acho que chegou o momento de levantarmos a cabeça , tirarmos o cabresto  e olharmos as feridas do irmão que está ao lado. Quando aceitaremos que ninguém pode ser COMPLETAMENTE feliz enquanto existirem pessoas que não são MINIMAMENTE felizes? Quando aceitaremos que não existe cura gay, mas a fraternidade formada pelas condições da alma humana? Quando aceitaremos que receber uma pequena propina aqui, fazer um caixa 2 ali, ganhar salário sem trabalhar etc. NOS AFASTAM DA JUSTIÇA??
 
Entendo que estamos anos-luz da perfeição e me parece redundante dizer que cairemos, devido às mazelas dessas imperfeições, ainda muitas vezes. Mas que caiamos conscientes daquilo que fizemos. Como disseram em Delfos há muitos anos: Gnothi Seauton (conhece-te a ti mesmo)!!! Um grande abraço a todos.
 
Jean Massumi é massoterapeuta
Rua Morgado de Mateus, 596.  Tel. 5908.0121 -  jmhara@uol.com.br

Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019