ATITUDE
- Edição 121 - Out/2012
Jean Massumi

Pra quê tanta pressa?
Meus amigos do Pedaço da Vila, neste mês gostaria de levantar mais uma reflexão: Sabemos (às vezes da pior maneira) que vivemos tempos em que tudo acontece com uma velocidade avassaladora.Temos acesso a quase tudo instantaneamente. As 24 horas de um dia passam voando, e acho, que precisaríamos de umas 30 para dar conta de tudo o que temos em mente. Daqui a pouco é Natal, e parece que nosso ano começou há pouco tempo.
Um dos grandes efeitos colaterais desse ritmo maluco é a forma como nos desequilibramos rapidamente também. Doenças novas, sintomas novos e dores novas a cada dia. E quando o assunto é emocional, parece que a velocidade é dobrada. Isso obriga a uma constante atualização dos profissionais da saúde, pois os tratamentos de ontem não são satisfatórios para os desarranjos de hoje. A indústria farmacêutica nos bombardeia com lançamentos cada vez mais específicos, mas ao mesmo tempo temos que experimentar vários tipos de remédios para ver qual se encaixa melhor no nosso perfil.        
Sinceramente não sei onde tudo isso vai parar. Não tenho solução mágica nem fórmula milagrosa. A única coisa que sei é que, com essa pressa toda, deixamos de cultivar uma importante ferramenta de auxílio: A PACIÊNCIA! E sem ela perdemos alguns contornos de realidade, de valores e autoconhecimento.
Meus amigos, sei que é difícil, e que cada um tem uma forma diferente  de exercitar a paciência (uma coisa que me ajudou muito foi cultivar bonsais). Mas não deixemos a paciência morrer; se isso acontecer, nossa coexistência morrerá junto...
Um grande abraço e até a próxima.
 
Jean Massumi é massoterapeuta
Rua Morgado de Mateus, 596.  Tel. 5908.0121    jmhara@uol.com.br

 


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019