ATITUDE
- Edição 59 - Mar/2007
Denise Delfim

Cultura Chinesa

A língua viva mais antiga do mundo, com mais de 35 séculos, e a história de seus registros são o assunto do livro Ideogramas e a Cultura Chinesa. Mais do que uma mera obra sobre a origem dos ideogramas, o livro trata de vários aspectos da cultura da China, cuja escrita se baseia numa estrutura composta de dezenas de milhares de desenhos que simbolizavam e representavam tudo, inclusive essências do pensamento e a filosofia de diversas épocas.

O livro é fruto de muitos anos de estudo e pesquisa do artista plástico chinês, naturalizado brasileiro, Tai Hsuan-An. O autor reuniu na obra explicações sobre a etimologia e evolução dos ideogramas, desmistificando os caracteres considerados difíceis e exóticos pelos ocidentais.

A caligrafia, considerada uma obra de arte, é outro diferencial da escrita chinesa. Ao longo de toda sua evolução, ela passou a ser comparada à pintura, feita de maneira gestual e estritamente expressiva com pincéis em seda e papel. "A pintura e a caligrafia, como artes tradicionais estão estreitamente ligadas. Seu valor artístico é fundamental" explica Tai.

Ideogramas e a Cultura Chinesa, de Tai Hsuan-Na

Editora: É Realizações (504 páginas) Quanto: R$ 150,00


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019