ATITUDE
- Edição 98 - Set/2010
Jean Massumi

A cabeça do fêmur e a postura

Pois é, muito se fala a respeito de dores de cabeça, e gostaria de deixar algumas observações baseadas em minha área de atuação. Já abordei o tema antes e gostaria de dar continuidade.

Pessoas que trabalham sentadas, com foco fixo (executivos, motoristas, dentistas e até cirurgiões, dentre outros) ou mesmo pessoas que passam muito tempo em determinada posição (estudantes e donas de casa em alguns afazeres domésticos) acabam por sobrecarregar a musculatura cervical, gerando uma forte tonificação nesse local. Essa tonificação se apresenta inicialmente como um desconforto, uma sensação de peso nos ombros que vai evoluindo até atingir dores fortes. E eis que repentinamente chega junto uma dorzinha de cabeça.

Geralmente não associamos as dores de cabeça à nossa postura no dia a dia. Mas com o enrijecimento cervical, os músculos "comprimem" a inervação do local ocasionando dores, muitas vezes com reflexos ao longo da trajetória do nervo. Faça um teste: posicione a cabeça para trás, aperte com o dedão a parte de trás da cabeça, bem na junção entre nuca e o crânio (occipital), fazendo uma pressão de baixo para cima.Tem gente que sente dores na cabeça inteira!!!E assim acontece quando estamos tensos!!! Qual a primeira solução? Tomar um remédinho. A dor passa e teoricamente o problema está resolvido. Só que muitas vezes a dor volta, pois a tensão e a má postura NÃO foram resolvidas.

Relaxar esse local pode ser um grande aliado no combate à dor. Bolsa de água quente, massagem, e mesmo alongamentos, são armas bastante naturais. Experimentem!!!

Muito obrigado e até o próximo mês.

 

 

Jean Massumi é massoterapeuta

                                                        Rua Morgado de Mateus, 596. Tel. 5908.0121 jmhara@uol.com.br


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019