ATITUDE
- Edição 96 - Jul/2010
Jean Massumi

Estalando as articulações

Existe uma espécie de mito que envolve a massoterapia (um de muitos), e muita gente chega ao consultório com vários conceitos na cabeça sobre estalar as articulações. As pessoas confundem, às vezes, as modalidades de tratamento, e acham que toda massagem envolve trancos e estalos. Não é bem assim... Existe uma terapia americana chamada quiropraxia que é especializada nesses ajustes de vértebras. Mediante um diagnóstico detalhado vai ajustando pequenos desvios e rotações... Outra modalidade, vinda do Oriente, na minha opinião contribuiu de forma decisiva para sedimentar essas opiniões: o seitai. No imaginário popular, “ir ao japonês levar uns trancos e puxões” era muito comum. Acreditem, eu já perdi a conta do quanto ouvi essa história. E fica a pergunta: funciona? Minha resposta é bastante clara: funciona, sim. Mas não em todos os casos. Defendo a posição de trabalhar bem a musculatura antes. Pois, devido à má postura e atividades do dia a dia, acumulamos tensões, enrijecimentos, encurtamentos que vão prejudicando um esquema corporal saudável. E os músculos têm um poder enorme sobre as articulações e os ossos. Como são grandes protagonistas do movimento, são utilizados e desgastados em demasia. E, geralmente, não os utilizamos de maneira correta, criando pontos de desequilíbrio. Exatamente nesses desequilíbrios nascem as dores. Portanto, é fundamental, em minha opinião, um bom trabalho de relaxamento e alongamento muscular. Ficar estalando a todo o momento, ou fazer isso em amigos e parentes sem um conhecimento técnico, apenas para ouvir o barulho, não traz nenhum benefício. Pior: pode machucar. Procurem sempre profissionais especializados. Um grande abraço e até a próxima...


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2019