UMAS E OUTRAS
- Edição 94 - Mai/2010
Marcelo Grimaldi

Para meditar na cidade!

Na mistura de sons da cítara indiana com o contrabaixo que dá o tom na criação das músicas do Projeto Green Masala. A experiência, idealizada por Erik Lindgren, recém-chegado à Vila Mariana, tem dado certo e conquistado muitos admiradores: "Sempre gostei de ouvir música e estudar vários estilos. Então, em 2005, quando fui para a Índia estudar cinema, não perdi a oportunidade de conhecer a cítara".

Durante os sete meses em que ficou naquele país, Erik teve aulas semanalmente e pôde aprender noções básicas para manusear o instrumento: "Posso dizer que peguei a essência da música indiana, mas ainda estou longe de tocar canções clássicas. Para isso, teria que ficar anos estudando, pois é uma filosofia bem diferente", explica Erik.

Logo que voltou ao Brasil, o músico se uniu ao contrabaixista Bruno Portella e passou a testar os dois instrumentos juntos: "Fizemos algumas mesclas e percebemos que esses sons não brigam, ou seja, não interferem. Começamos então a criar algumas canções, e o resultado foi animador".

As músicas têm referências no blues, na MPB, no eletrônico e nos clássicos indianos: "Elas têm identidades diferentes, pois cada uma acaba ganhando acordes e ritmos únicos. Em algumas, faço programações eletrônicas para entrar o som de outros instrumentos, como a guitarra". A ideia agora é fazer testes com outros músicos, para enriquecer ainda mais as produções.

O Projeto Green Masala disponibiliza as músicas para download na internet por meio do site http://greenmasala.bandcamp.com. No mês de maio, estão programadas apresentações durante todas as quintas-feiras, às 21h, no Bar Vermelho, em Perdizes. Rua Ministro de Godói, 1159.


Comentários
Inclua um comentário











 
Todos os direitos reservados - Pedaço da Vila - 2018